Scruff of the Neck TV transmite espetáculos de música ao vivo com Blackmagic Design

Scruff of the Neck TV transmite espetáculos de música ao vivo com Blackmagic Design


A Blackmagic Design anunciou que o selo independente de música Scruff of the Neck em parceria oficial com o Twitch, está transmitindo ao vivo com o ATEM Mini Extreme e a Blackmagic Pocket Cinema Camera 6K em uma configuração multicâmera.

A Scruff of the Neck TV, sediada no Reino Unido, é uma plataforma especializada em músicas e artistas novos. Cada programa ao vivo é um stream de três horas apresentado por Abbie McCarthy (Rádio BBC) e Jack Wood (Rádio X) e inclui entrevistas com as bandas e performances ao vivo.

Até o momento, foram produzidas mais de 90 horas de conteúdo, resultando em quatro milhões e meio de visualizações. Entre os artistas que participaram do canal estão: “Yonaka”, “The Slow Readers Club”, “Bad Boy Chiller Crew”, “Lottery Winners” e “Larkins”.

“Estamos animados para criar novas oportunidades para os artistas se reconectarem com seus fãs. Oferecendo alta qualidade com acesso gratuito às apresentações ao vivo e à programação”, revela Chris Brearley, chefe das transmissões da Scruff of the Neck.


“Esperamos desenvolver um espaço para novas descobertas musicais, construindo uma comunidade online para pessoas que procuram mergulhar em experiências de música ao vivo e fazer parte de uma conversa com talentos incríveis.”

De acordo com Brearley, versatilidade e facilidade de uso foram componentes vitais para fazer esse empreendimento funcionar. “Estamos trabalhando com imagens de múltiplas câmeras, de quatro a seis por programa, além de conteúdo de VT de fontes adicionais”, explica. “A facilidade de uso do ATEM Mini foi fundamental para desenvolvermos o formato.”

O canal também conta com um conjunto misto de câmeras da Blackmagic Design, incluindo a Pocket Cinema Camera 6K, URSA Mini Pro 4.6K G2 e Micro Studio Camera 4K. Diversos Micro Converters Blackmagic são usados para conectar as câmeras SDI ao ATEM enquanto a saída de multivisualização do ATEM Mini Extreme é exibida em um SmartView 4K.

“Criamos produções de valor elevado com o objetivo de chegar o mais perto possível de um show ao vivo real, em que os espectadores possam se sentir parte”, explica Brearley. “Usamos duas câmeras itinerantes para circularmos entre os artistas adicionando movimento à transmissão, e contamos com uma série de câmeras fixas posicionadas ao redor da locação para dar ao público ainda mais pontos de vista.”

O maior desafio para estabelecer os recursos de streaming no estúdio tem sido operar atendendo aos regulamentos da Covid. Isso incluiu trabalhar com uma equipe de produção menor, limitando o número de pessoas na locação todo o tempo.

“Felizmente, a funcionalidade e a capacidade do equipamento que estamos usando tornaram tudo mais fácil do que esperávamos”, diz Brearley. “Conseguimos entregar nossas transmissões semanais com segurança de acordo com as diretrizes do governo, sem comprometer a qualidade.”

Embora a pandemia tenha dado origem à iniciativa, Brearley não acredita que o retorno dos shows torne esta forma de transmissão redundante. “Queremos evoluir e dar às apresentações um propósito após o retorno dos shows ao vivo reais, levando o formato para as casas de espetáculos”, conclui. “Há muito potencial inexplorado no ATEM Mini Extreme ISO, o que nos permitirá continuar a crescer e ampliar.”



Link da fonte

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *